Bunzl Saúde agora é Labor - Health Supply

Setembro Amarelo: Valorização da vida

O suicídio é um fenômeno multifatorial que pode afetar indivíduos das mais diversas condições sociais, orientação sexual, identidade de gênero, origem, faixa etária.

Setembro foi o mês escolhido para a campanha de prevenção ao suicídio.

O suicídio é um fenômeno multifatorial que pode afetar indivíduos das mais diversas condições sociais, orientação sexual, identidade de gênero, origem, faixa etária.

Segundo o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, uma pessoa morre a cada 40 segundos por suicídio, no mundo. E o Brasil ocupa a oitava posição mundial em número absoluto de suicídio.

A taxa de mortalidade vem aumentando entre jovens de 15 a 29 anos, ficando atrás apenas das mortes por acidente de trânsito.

Estudos mostram que uma doença mental não tratada corretamente, como depressão, esquizofrenia, transtorno bipolar e abuso de drogas, principalmente o álcool, são fatores que levaram as pessoas ao suicídio na maioria dos casos.

Esse assunto ainda é visto como tabu por muitas pessoas, seja por questões religiosas, morais, culturais, mas sua prevenção é possível e fundamental.

A informação e o diálogo sobre o tema são uma das formas de ajudar quem está passando por isso. Saber reconhecer sinais de alerta pode ser o primeiro passo para a prevenção ao suicídio. Quem está próximo a essas pessoas deve ficar atento aos seguintes sinais:

  • ameaças de se matar;
  • dizer coisas como “ninguém sentirá minha falta quando eu for embora”;
  • procurar modos de se matar, buscar acesso a pesticidas, armas de fogo ou remédios, ou pesquisar na internet sobre modos de praticar o suicídio;
  • se despedir da família e de amigos próximos, se desfazer das posses e escrever testamentos.

Se você identificar uma pessoa com algum desses sinais, converse com ela sobre isso em um lugar calmo e tranquilo. Ouça-a de mente aberta, sem julgamentos e ofereça ajuda.

É importante lembrá-la sobre a busca de ajuda profissional, seja um psicólogo ou um psiquiatra, e ofereça acompanhamento se necessário.

Se você achar que ela está precisando conversar com alguém sob total sigilo e anonimato, o CVV, que é o Centro de Valorização da Vida, realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo de forma voluntária e gratuita todas as pessoas que querem e precisam conversar. O número de telefone deles é o 188, e aceita ligações gratuitas vindas de todo o país. Além do telefone, o CVV disponibiliza também um chat, um e-mail e postos pelo país, para que as pessoas obtenham apoio emocional.

Lembre-se: NÃO É FRESCURA!

#naoefrescura #vidasimportam #valorizacaodavida #setembroamarelo

 

 Acesse Portal Bunzl Saúde

Siga nossas redes sociais
  /bunlzsaude

 

 

Fontes:

https://www.minhavida.com.br/bem-estar/materias/33526-suicidio- como-identificar-sinais-de-alerta-e -preveni-lo

https://www.unesp.br/aci/revista/ed13/com – saida

https://nacoesunidas.org/um-suicidio-ocorre-a-cada-40- segundos-no-mundo-diz -oms/

https://www.cvv.org.br/o- cvv/

Suicidio: informando para prevenir (http://www.flip3d.com.br/web/pub/cfm/index9/?numero= 14#page/1)

Total
0
Shares
Artigo anterior

Tabagismo: é hora de combater esse vício

Próximo artigo

<strong>Crianças: para fazer exame de sangue precisa estar em jejum?</strong>

Posts relacionados